Migrando sua empresa para o Blockchain: desafios e soluções

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on skype
Share on email

Quando falamos de uma tecnologia relativamente nova, e arriscamos dizer que incompreendida, é natural existir insegurança e muitas vezes críticas, porém, estamos aqui hoje para compartilhar algumas informações acerca do Blockchain para empresas.

Obs: Esse conteúdo foi extraído de uma palestra realizada por um dos fundadores da Capital Digital Aberto na Conferência Brasileira sobre Bitcoin e Criptomoedas.

Quando uma empresa é estabelecida no Brasil, possuindo CNPJ, investidores, ela tem obrigações fiscais e legais no país em que está inserida. Isso por si só já deveria quebrar o paradigma de que essa tecnologia nova é arriscada e entender o motivo pela qual ela parece “burlar” uma série de fiscalizações na percepção de algumas pessoas.

Toda a empresa que incorporar o Blockchain ou criptomoeda no seu modelo de negócio, precisa estar ciente do ciclo que envolve a estrutura de qualquer negócio, seja ele relacionado a produtos ou serviços, que contempla:

  • Gerador de demanda
  • Provedor
  • oferta

Veja como funciona na prática:

Temos um gerador de demanda, temos um provedor vendo a demanda, este provedor faz uma oferta, essa oferta é coberta por uma entrada, que pode ser um arquivo, pode ser dinheiro, Bitcoin… e por sua vez, o provedor tem uma saída pro gerador de demanda (um produto, um serviço, ou o tempo dele dedicado em propriedade intelectual, por exemplo).

Em uma entrada a gente precisa saber quem envia, o que envia, quanto envia, de onde veio… Existe um perfil perigoso da pessoa que está enviando a entrada que possa me causar algum tipo de risco? Detalhe: tudo isso não deve ser questionado apenas no âmbito de criptomoedas. Continuando… Eu devo registrar essa entrada? Garantir essa entrada? Ou quero garantir o anonimato ou a segurança da pessoa? Essa informação de entrada deve ser pública para uma prestação de compra, ou uma auditoria, ou para algum tipo de transparência para algum investidor?

Na parte de processamento os cuidados se dão na gestão dos processos, melhorias, e no final termina agregando valor, e é aí que a maioria das empresas prestadoras de serviço ou criadoras de produtos geram o seu capital, ou seja, agregam valor ao processar uma entrada.

Em na saída a gente vai ter um produto ou uma prestação de serviço, tempo investido em consultoria ou assessoria, e tem um resultado, que pode ser processamento de algo, ou, no nosso caso de Blockchain, sai uma informação.

Entendendo o Blockchain

A Blockchain é um protocolo de gestão de informação. Por ser automatizada, por ser aberta e ter uma tecnologia segura, ela permite auditoria em tempo real, e analisando o operador de blocos ou histórico de transações, garante maior transparência do modelo. Por ser distribuída, ela é segura e ao mesmo tempo imparcial, ninguém pode exigir a outra que pessoa que valide seu bloco, pois ela tem que ser validade pela rede. O Bitcoin, por exemplo, é o resultado do processamento que se encontra na Blockchain, é o produto da Blockchain, que por sinal já é considerado como ativo financeiro.

O controle e o gerenciamento é distribuído, basicamente a Blockchain controlando o Bitcoin e fazendo a “trocando de mão”, ou seja, a outra pessoa verifica o que foi feito, assim não há possibilidade de “burlar” uma planilha ou algum tipo de informação, por isso ele é seguro!

Leia mais sobre o assunto neste artigo!

Qualquer empresa pode implantar Blockchain?

Sim. Independente do segmento, é perfeitamente possível criar situações onde ao implementar Blockchain fluirá naturalmente e de forma extremamente automatizada. Entenda que quanto menor a intervenção humana nos processos, menor o custo, e consequentemente esse custo menor gera abundância ou excesso de produto e faz com que o valor baixe. A inteligência artificial e automação de processos é muito positivo para o mercado, ela realmente vem para um bem maior, não há motivos para sentir medo dessa mudança tecnológica.

Blockchain na empresaComo funciona o processo de compra com Blockchain?

Qualquer pessoa jurídica ou física que tem um produto, indústria, ou qualquer tipo de ativo, e desse ativo é feito um registro documental, que seria a parte legal em território nacional, pode ser a escritura de um imóvel, ou carta de crédito, uma empresa num contrato social, enfim… este registro documental é convertido em um arquivo binário, e esse arquivo gera um hash, e o hash passa a ser um ativo digital.

Então o que teremos é uma pessoa jurídica, uma pessoa física, um produto, um ativo sendo representado no seu formato digital.

A diferença é que a partir do momento que esse ativo é transferido, não há possibilidade de fazer cópias, só existe uma única versão, exclusivo, como um Bitcoin, que é único, e isso proporciona um poder muito grande.

Exemplo:

Você pode simplesmente vender seu carro para uma pessoa do outro lado do mundo, ou pode enviar sua empresa num formato digital e transferir a posse para uma outra pessoa. Esse formato abre precedentes de mercado inexistente até 8 ou 9 anos atrás, e o impacto disso estamos começando a sentir agora, com as grandes mudanças no varejo, na prestação de serviços e na produção de produtos. Essa mudança já é uma realidade no Brasil. Países um pouco mais desenvolvidos já estão se adaptando e tiveram um impacto positivo.

Desafios e solução ao implementar o Blockchain na empresa

Controle de entrada: é algo ou alguém entrando, ou você está recebendo matéria-prima, ou algum produto, ou é alguém fazendo um depósito. O que é importante nessa etapa? Os registros de quem são essas pessoas.

Filtros restritivos: não temos obrigação legal de declarar a pessoa que está depositando em nossas contas, mas a partir do momento que você sabe que aquele dinheiro vem de uma fonte ilícita, estará sendo conivente com esse crime.

Clique aqui para conhecer as nossas principais soluções!

Como funcionaria o controle? Através de uma entrada, que será verificada, e após esse processo partirá para a validação, ou seja, uma autenticação, para validar se a entrega é realmente algo real, e depois vai para a liberação. A liberação dessa ação pode executar algum tipo de ação, ou seja, digamos que entrou um depósito para a sua empresa, foi verificado que caiu na conta, foi validado, foi liberado e agora você pode liberar o produto/serviço para a pessoa que realizou o depósito.

Os desafios do processamento são as otimizações, o armazenamento, segurança dos dados, rastreio, restrições, criptografia, todo o gerenciamento precisa ser criteriosamente analisado e é difícil de ser implantado, porque você precisará de desenvolvedores, e este é um dos principais medos das empresas: depender desses desenvolvedores.

Em um mercado digital o desenvolvedor é a peça-chave, sem ele você não tem um produto.

Aplicar Blockchain na sua empresa é garantir um processo automatizado de ponta a ponta. Otimizando tempo e recursos da sua empresa! As chances de ser roubado, ter um produto extraviado ou não tributar de forma correta, é muito menor, reduzindo os riscos!

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
👋 Oi, em que posso ajudar?